Mudanças para 2018

Alguns anos atrás comecei um blog no Blogger, o “Muquifo Discotecário”. Pouco tempo depois, migrei para o WordPress e mantive o nome. Desde então foi uma brincadeira que não parou mais.

O tempo passou mais um pouco e a página continuou ativa, o conteúdo foi se expandindo e encontrei algumas maneiras de abordar temas sobre música sem ficar repetindo a mesma fórmula. A realidade é que sempre escrevi para mim, e algumas pessoas gostaram da forma como escrevo. Isso é maravilhoso e me enche de orgulho – e faz aquele carinho gostoso quase sexual no ego – mas nunca foi meu objetivo, que pessoas comentassem, compartilhassem e etc. Durante muito tempo escrevi sem que ninguém soubesse desse meu “hobby”. Eu escrevia, publicava, e ficava lá, flutuando sozinho na internet. Cheguei a mostrar para algumas pessoas, amigos bem próximos que compartilhavam do mesmo gosto musical que eu, mas estes indivíduos não se converteram em “leitores”. Acredito que inicialmente isso seria o suficiente para dar uma desanimada, mas continuei produzindo.

Desde o começo a ideia era ter onde despejar as músicas, artistas e músicos que ia ouvindo. Durante muito tempo trocava material com amigos que moravam próximo, passávamos algumas horas sentados conversando e ouvindo o que cada um tinha de novidade. Com a minha mudança para Curitiba isso mudou drasticamente. As pessoas que conheci não eram mais meus amigos de infância, alguns costumes diferentes e as músicas que eu ouvia passaram a ser só pra mim. O que fazer para compartilhar com quem sempre conversei? Nada mais cômodo que manter esse fluxo de informação funcionando online.

“Por que você não faz um blog?”. Foi ideia da Digníssima desde o começo. Ela já tinha o dela e a proposta não ficava muito distante da minha, Muquifo Literário. No auge da minha imaginação e criatividade copiei o nome, na cara dura mesmo, sabe?

E eu fiz um, alimentei, cultivei e ele foi crescendo. Com o tempo aprendi a escrever, cada post era uma oportunidade de conseguir organizar as minhas ideias em forma escrita. Sou ligeiramente introspectivo, quase tímido… Até a quarta cerveja… Ou primeiro Black Russian! Mas em texto eu não preciso responder nada, a página branca está sempre lá, me olhando com cara de paisagem enquanto o cursor pisca. Quando acho que tá na hora de começar, o texto nasce! No geral disparo da primeira palavra até a última sem muito rodeio. Só preciso depois de terminado deixar ele descansar e voltar pra ver se não xinguei ninguém por nome – sabe como é né, às vezes a gente vomita tanta informação que acaba falando mal de quem merece… digo… falando mal sem ser de coração (mentira, gostaria que muita gente explodisse)!

Mas e aí, onde leva esse lenga lenga?

Depois de toda essa história algumas coisas ficaram mais sérias, fiz algumas parcerias, conheci alguns músicos/bandas, troquei ideia com outros “blogueiros”, conheci autores e recebi materiais para divulgação. Alguns portais cederam espaço para que eu publicasse em suas páginas, até que me deram um horário fixo para apresentar uma radio online, o Vício Metal.

Bom, nesse momento tava na hora de decidir a imagem que eu passaria. “Muquifo Discotecario” era o meu blog, mas quem fazia todos os contatos era eu, e não um “blog”, “site”, “portal” ou “equipe”. Foi aí que comprei um domínio e hospedei todo o meu material em um novo site; flopes23.com. “Por que flopes23?”, você me pergunta. Mais uma vez, Digníssima foi a coitada que passou o final de semana inteiro comigo tentando decidir o nome que eu usaria. Não lembro nenhum, mas F(abio)Lopes é meio obvio, e 23 é uma constante desde sempre nos meus “alias”.

“Bom, taí flopes23”. E foi o que ficou… Até agora.

O que mudou? Nada, na verdade.

Hoje em dia vejo mais uma vez o “Muquifo Discotecario” como um conceito que engloba muito mais do que “Flopes23”. Ultimamente tenho feito alguns trabalhos que não casam muito bem com o conteúdo que venho produzindo. Quero falar mais de Jazz, Blues, Music Business e outros. Os programas sob a bandeira de “Vício Metal” não receberiam bem outros estilos, já “Muquifo Discotecario” eu posso falar de tudo, não quero ficar preso somente a um gênero musical. Quero voltar a produzir em áudio, ainda não é certo o formato, mas é certo que falarei de tudo, rock, blues, jazz, folk e até onde chegar os assuntos.

Também nunca rolou de ninguém além de mim escrever por aqui, mas poderia, e acho justo ter um nome que não seja “alguém”. O blog não sou eu, tem a minha “cara”, mas não é “Pensamento do Fabio”. Quero que o conteúdo tenha vida.

Essas são as principais considerações, mas teve a cereja no topo bolo.

Recentemente passei a fotografar e a minha página como fotografo é flopes23.com. O problema é que as pessoas entram e se deparam com tudo, menos fotografia. Então, o Muquifo Discotecario vai ter vida por si só!! Na prática, daqui a um tempo, o flopes23.com vai ser minha página pessoal, que em algum lugar vai apontar para o Muquifo, dentre outros trabalhos.

E o Muquifo? O Muquifo sempre teve essa descrição, e vai continuar tendo:

Enquanto não tenho meu café/bar/loja de discos, despejo aqui todo meu saber a cerca de questões banais e de pouca importância. Quem nunca em algum momento disse ou ouviu a frase; “Essa banda é uma merda, aquela outra sim que é boa” ?

Bom, já comecei a fazer algumas alterações.

  • Provavelmente não vou fazer um instagram novo, nunca tive muito feedback por lá, apesar de ter conhecido algumas pessoas. Inclusive é o melhor canal para me achar!
  • Twitter nem pensar, já não respondo as pessoas no Whatsapp…
  • Facebook já foi alterado. Falta mudar a capa… Dá preguiça só de pensar? Alguém interessado em parcerias, por ai? Não? Oi? Você ai no fundo? Não? Bueller… Bueller… Bueller…
  • Resta o Spotify, que tá sob a minha alcunha, mas é meio que indiferente, não é exatamente uma rede social para se interagir… As listas vão continuar existindo mesmo!

Acho que é isso… se eu esqueci de alguma coisa, incluo depois… Ou não, provavelmente ninguém chegou até aqui mesmo!! Se você chegou, me avisa, te pago uma cerveja!

Ah, faltou o mais importante! O link novo: http://muquifodiscotecario.com/

 

Comente