Tony Iommi, do Black Sabbath, com possível disco solo

Tony Iommi, guitarrista do Black Sabbath, anuncia que está trabalhando em um documentário em cima da última turnê, mas se der bobeira ainda sobra material para um disco ao vivo.

Eu acho que só essas duas linhas já valeriam um post, mas ANTES, dois comentários:

1. Um documentário em 2017/2018? Sei lá, acho que algo desse tipo hoje em dia talvez não traga tanta informação, não para uma banda da idade do Sabbath. Vale uma recomendação pra quem procura um material nessa pegada: o DVD The Last Supper (1999) que, apesar de ter entrevistas no meio das músicas, eu acho que vale a pena, a qualidade é boa.

2. Eu sou apaixonado por disco ao vivo, mas não faço questão que haja um da turnê The End; fico satisfeito com o Live Evil  (1982) remasterizado – tô aceitando doações, hein!! – e o próprio Reunion (1998),  que se não me engano, é o show do próprio The Last Supper.

Mas o que eu queria mesmo falar é o seguinte:

Tony Iommi é um dos meus guitarristas favoritos, os seus discos solo e parcerias são MUITO bons. Sempre faço questão de ouvir qualquer coisa em que ele esteja envolvido – incluindo participação num coro de igreja.
No meio dessas entrevistas todas ele disse que, definitivamente, não se aposentará apesar da condição de sua saúde – um linfoma diagnosticado em 2011 – , além de ter um “saco” de riffs guardado ao longo dos anos que poderiam se tornar mais um disco solo.

Cara! Cara!! CARA!!! Tony Iommi solo é BOM PRA CARAL**.

Se você não teve chance de ouvir está perdendo uma puta oportunidade! Então seguem algumas recomendações:

Tony Iommi – Iommi (2000)
Capa do disco Iommi por Tony Iommi

Iommi foi o primeiro disco solo oficial do Tony Iommi. Ele já vinha ensaiando um trabalho solo por um bom tempo, mas mesmo tendo vários materiais próprios gravados no decorrer da sua carreira no Black Sabbath, só em 2000 isso veio a se concretizar.

As músicas foram compostas por Tony Iommi em colaboração com grandes figuras do Rock/Metal, e conta com a participação de um time invejável, como Henry Rollins (Black Flag), Dave Grohl (Foo Fighters), Philip Anselmo (Pantera/DOWN), Serj Tankian (System of a Down), Billy Corgan (The Smashing Pumpkins), Ian Astbury (The Cult), Peter Steele (Type O Negative), Billy Idol, Brian May (Queen), Kenny Aronoff (John Mellencamp), John Tempesta (Exodus/Testament), Ben Shepherd (Soundgarden), Matt Cameron (Soundgarden/Pearl Jam) e Integranes e Ex-Integrantes do Black Sabbath Laurence Cottle, Ozzy Osbourne e Bill Ward.

Tony Iommi – The 1996 DEP Sessions (2004)
Capa do disco The 1996 DEP Sessions por Tony Iommi

Vinte anos após gravar Seventh Star (1986), que deveria ter sido seu primeiro disco solo, porém lançado sob o nome do Black Sabbath – por razões de marketing, ganhar dinheiro, pagar as contas e essas coisas, sabe? – Tony Iommi e Glen Hughes retomam a parceria, compõem e gravam 8 músicas que ficariam engavetadas por 8 anos, até seu lançamento oficial em 2004.

É um disco modesto até. Abre com Gone – que já começa com um puta riff, logo após 2 segundos já se sabe quem toca -, seguido por músicas que vão desde atmosfera mais calma, balada, até a pegada doom marcante de Iommi.

É um dos meus discos favoritos, é um Rock n’ Rollzão bem solto; pra mim, a amálgama do Iommi, e mostra que ele não e só Iron Man.

 

Heaven & HellThe Devil You Know (2009)
Capa do disco The devil you know da banda Heaven & Hell
Black Sabbath não é Black Sabbath sem o Ozzy.” Ok, eu até concordo, mas que Black Sabbath com Dio é maneiro pra cacete, é!

Durante o período de 2006 até 2010, Tony Iommi, Geezer Butler, Dio e Vinny Appice. Gravaram um disco de estúdio, um ao vivo e dois DVDs, projeto com a formação “clássica” do Black Sabbath durante o período em que Dio assumiu os vocais da banda – um dos meus favoritos.

O grupo foi batizado em referência ao disco homônimo, primeiro com Dio nos vocais. Todo o repertório era a fase Dio e nenhuma música da “Ozzy Era”, com a adição das inéditas lançadas no The Devil You Know. Vale deixar a recomendação do também sensacional Live from Radio City Music Hall (2007), um SUPER ao vivo que me deixou em dúvida sobre qual recomendaria.

Ian Gillan & Tony Iommi (WhoCares)Ian Gillan & Tony Iommi: WhoCares (2012)

Capa do disco Ian Gillan &Tony Iommi (WhoCares)Foi uma reedição do projeto “Rock Aid Armenia”, de 1988, para ajudar as vítimas do terremoto Leninakan. Vários artistas gravaram uma séries de singles que foram reunidos do disco The Earthquake Album como parte do projeto para reconstrução da cidade.

Em 2012 se reúnem em um super grupo sob nome de Whocares. Além de Ian Gillan (Deep Purple) e Tony Iommi (Black Sabbath) o grupo conta com a participação de Jason Newsted (ex-Metallica), Jon Lord (ex-Deep Purple) e Nicko McBrain (Iron Maiden).

Foram gravadas duas músicas, “Out of my mind” e “Holy water”. Dessa vez para arrecadação em prol da reconstrução de uma escola de música, ainda em reforma mesmo 20 anos após o primeiro projeto ter sido realizado na mesma cidade.

Além dos dois singles, o álbum conta com algumas músicas “raras”, versões, B-SIDES e materiais não lançados. Mas eu só fiquei nas duas músicas mencionadas ali em cima.

PS.: Infelizmente só um dos discos existe no Spotify.

 

Conteúdo relacionado

Comente

%d blogueiros gostam disto: