Darkwater – Where Stories End (2010)

Eu tô com problemas sérios pra escrever as recomendações; alguns discos eu literalmente ouvi 2 ou 3 vezes, e depois, nunca mais! Resultado? Spotify me recomenda ele novamente e eu vou felizão, igual um mané, até perceber que já ouvi, mas não tinha reconhecido.
E o que acontece agora? Escuto o disco 172 vezes e depois acabo esquecendo de escrever”

Esses dias eu ouvi Darkwater, uma banda Sueca de progressivo. O formato deles é um som com um pezinho no Power Metal, menos virtuoso, não tão pesado, mas ainda um progressivo tranquilo de ouvir, é aquele tipo de disco que você consegue colocar no carro pra ouvir com a sua mãe (se a sua for como a minha, nem isso…). Mas duas coisas que me chamaram atenção: os integrantes são os mesmos da Harmony, banda também da Suécia que conta com o baixista (brasileiro) do Almah, Raphael Dafras; o que me pegou foi o fato de serem duas bandas diferentes com os mesmos integrantes (hoje em dia a formação já mudou um pouco), é praticamente o projeto paralelo de todo mundo ao mesmo tempo, só que uma banda é de prog outra de power. Ok, depois que escrevi isso que percebi que não é tão espetacular assim. O segundo fato foi que as duas bandas são citadas em uma PORRANCA de sites de metal voltados para o publico cristão: sobre o Harmony achei algumas descrições como efetivamente sendo uma “banda de metal cristão”; já pro Darkwater eu não li nada do tipo, apesar de ser mencionada em alguns sites, como falei ali em cima. Talvez por serem os mesmos integrantes, a galera entenda que é a mesma coisa. Não parei pra ler as letras, mas se eu estiver errado alguém me corrige aí nos comentários.

Mas, e o disco?? Disco já é antiguinho, mas vale a pena. Se a sua preocupação é com relação a esse teor religioso, já pode aquietar os seus nervos: NADA do que falei até agora faz diferença no som dos caras. Definitivamente pra quem curte um metal mais de cara limpa vai gostar, um som sem muita firula… acho que tem só umas duas baladinhas no meio que deixam o disco com uma barriguinha (raramente gosto das musiquinhas pra acender isqueiro), não tentam reinventar a roda e entregam um som de qualidade. Fica a dica aí, depois diz o que achou.

_

Link: https://open.spotify.com/album/5rReUTaaG6QYlLfId2xmda
URI: spotify:album:5rReUTaaG6QYlLfId2xmda

 

 

Conteúdo relacionado

Comente

%d blogueiros gostam disto: